Segunda-feira, 28 de Julho de 2008

Lembrando Saudade.

18.10.2006 - cantando musicaaas @ 022.jpg

 

Trazendo lembranças de uma despedida.
Vendo fotos
... Vendo filmes... Lendo pensamentos... Lembrando momentos... Vivendo Amor... Sentindo lágrimas... Ouvindo soluços... Tocando risos... Tudo, tudo, tudo...
Começando com performances de poesias, poemas espalhados por um tal ar (o da Leal da Câmara). Começando num ano acabando noutro.

2005-2008
Lembro.me de muitas pessoas descalças (ou não) pela escola, vestidas à Outono-Inverno (seus próprios fatos). Todos recitando Receitas. Sim, recitando Receitas! Depois performando poemas.
Lembro.me de muitas pessoas deitadas num jardim, vivendo
...Lucy in the sky with diamonds..., recitando poemas.
Lembro.me de muitas pessoas brincando e divertindo outros com muitos Chapéus diferentes.
Lembro.me de muitas pessoas vivendo o Natal, vendo crianças sorrir de presentes nas mãos.
Lembro.me de muitas pessoas inventando mil e uma coisas duma simples e linda Arca.
Lembro.me de muitas pessoas de branco, robóticas tentando perceber a escuridão. Todos partilhando um Segredo.
Lembro.me de muitas pessoas bebendo de um mesmo Copo, não se sabe se Vazio se Cheio.
Lembro.me de muitas pessoas correndo atrás de uma galinha no meio de uma tal Saloiada.
Lembro.me de muitas pessoas revivendo memórias de anos passados, desde a queda de um Muro à queda de duas Torres.
Lembro.me de muitas pessoas num átrio (Dançando), com aquários cheios de tinta, tinta essa que lá ficou marcando a nossa passagem por lá.
Lembro.me de muitas pessoas cada uma à sua maneira num átrio de um CRE fazendo Signos ao som de (agora me lembro):
...De manhã temendo que me achasses feia, acordei tremendo deitada na areia...(...)
Lembro.me de muitas pessoas num CRE em cima de móveis com um novo espaço rodeando-os.
Lembro.me de muitas pessoas perguntando a outras
...O que é que queres ser quando fores grande?...
Lembro.me de muitas pessoas tentando ir contra uma Guerra e tentando perceber a sua origem
...

2005 (no meio de momentos marcados) 2008

Lembro.me no entre tudo isto, de muitas pessoas fazendo danças, de sentimentos mútuos, de vontades iguais e com sorrisos que são ainda hoje mais verdadeiros que um qualquer sorriso de alguém.
Lembro de muitas pessoas numa (entre muitas) rodas tão perfeitas, mesmo quando achavam ser imperfeitas.
Lembro.me de cravos.
Lembro.me de surpresas.
Lembro.me de roupa espalhada por um auditório.
Lembro da chegada de cada um e da saída de muitos.
Lembro.me de mãos.
Lembro.me de (ao que chamávamos) jogos.
Lembro.me de momentos loucos.
Lembro.me de montagem de espectáculos.
Lembro.me de abraços.
Lembro.me de paixões.
Lembro.me de confusões.
Lembro.me de toda a musica.
Lembro.me de passeios.
Lembro.me de uma Mãe Tília.
Lembro.me de todos os textos que muitas pessoas fizeram.
Lembro.me de muitas pessoas.
Lembro.me de NÓS.

Entre tantos (pontos)
...Lembro ......................... me....
Lembro-me de Reticências. (
...)

Fará sentido isto tudo?
Tenho saudades
... Até...

2008.
Carolina Salles

reticências preenchidas por blogsdecomunidade às 15:23

editado por teatroreticencias em 03/08/2008 às 03:06
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|

Memórias

Como já devem ter reparado os Retis mais assiduos, estão disponíveis para ver os videos das  peças que temos feito nos últimos anos. Nós e outras gerações de Reticências. Agora já é possivel ver, além de Segredo de Chantel, Escudos Humanos, Copo Meio Vazio e No Páis dos Chapéus, o Suburbia Play Time.

 

Vejamos, também, algumas memórias perdidas nos arquivos da Leal da Câmara.

 

 

 


reticências preenchidas por teatroreticencias às 00:38
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 21 de Julho de 2008

Aquele fim-de-semana...

...em que salvaram um urso polar que ficou preso num iceberg que se desprendeu do Pólo Árctico e andava à deriva pelo mar.

 

 

música: Antony And The Johnsons - Hope There's Someone

reticências preenchidas por teatroreticencias às 04:13
link do post | comentar | favorito
|

O Segredo

Para completar a colecção cá está mais este, desta vez O Segredo de Chantel. Peça que marcou a primeira participação do Teatro Reticências no projecto Panos da Culturgest, porém o video é do espectáculo no Auditório do Centro Paroquial de Rio de Mouro, A estreia, no dia 20 de Maio de 2006.

 

 

Nota: Para fazer Pausa da música de fundo do blog, precorra a barra lateral e faça clique no botão Pause do player intitulado "Música"

 

Texto: Hélia Correia |  Encenação: Rui Mário | Música original: Pedro Hilário

 

Com: Ana Patrícia Carvalho | Ana Rita Gonçalves | Ana Rita Neves | Carolina Sáles | Catarina Salgueiro   | Catarina Trindade | Elísio Manuel | Fábio Ventura | Fátima Semedo | Helda Tavares | Inês Aguiar | Inês Amaro |Inês Pereira |Joana Viegas | Mizé | Nelson Correia | Nuno Pinheiro | Olavo Silva | Pedro Manaças | Renata Marques | Soraia Teixeira | Zé Pedro;

 

 

 

Autoria do Video: Centro de Produção da Escola Secundária de Leal da Câmara

Licença:Não é premitido o uso de parte e/ou totalidade desta filmagem, para quaisquer fins, sem prévia autorização do teatro Reticências.

Creative Commons License 
O Segredo de Chantel by Teatro Reticências is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Portugal License.
Based on a work at
www.youtube.com.

 


reticências preenchidas por teatroreticencias às 02:46
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 17 de Julho de 2008

Recordemos...

... os "pequenos nadas" que fizeram parte da vida dos Retis em 2007. Da Culturgest para o Mundo: O Copo Meio Vazio.

 

 

Copo Meio Vazio, 27 de Maio de 2007 no Grande Auditório da Culturgest.

Texto: Alexandre Andrade

Encenação: Rui Mário

 

Com: Ana Raquel | Ana Rita Gonçalves | Ana Riita Neves | Ana Trindade | Carolina Sales | Catarina Salgueiro | Catarina Trindade | Daniela Caldeira | David Severino | Eliana Martins | Elísio Manuel | Fábio Ventura | Helda Tavares | Inês Amaro | Marco Silvestre | Mizé | Nídia | Nelson Correia | Nuno Oliveira | Nuno Pinheiro | Olavo | Paulo Zhan | Pedro Manaças | Raquel Barata | Solange

 

 

Autoria do Video: Organização do festival Panos 2007 - Culturgest

Licença:Não é premitido o uso de parte e/ou totalidade desta filmagem, para quaisquer fins, sem prévia autorização do teatro Reticências.

Creative Commons License
Copo Meio Vazio by Culturgest / Teatro Reticências is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Portugal License.
Based on a work at
www.youtube.com.

 

música: Peace Revolution - Leva o meu amor contigo

reticências preenchidas por teatroreticencias às 15:29
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 2 de Julho de 2008

Folia - Tu És Isso

Este ano, numa remontagem de Folia, pelo Teatro Tapafuros, participam membros do Teatro Reticências como actores/figurantes. Aqui ficam todas as informações

 

 
 a Fundação Cultursintra
apresenta:
 
Folia
Tu és isso
 
Pelo Teatro TapaFuros
Texto: Paulo Borges
Encenação: Rui Mário
 
Quinta da Regaleira - Sintra
A partir de 3 de Julho
5ª a Sáb.: 22h || Dom.: 20h
 
 
 
espectáculo ao ar livre de caracter volante
aconselha-se agasalho e calçado confortável
espectáculo aconselhado para maiores de 12 anos
 
«A Folia convida-te. Mas tens de estar preparado para te veres ao espelho, sabendo que ele não existe. Tens de estar preparado para veres, intimamente e sem anestesia, aquilo que te desconheces ou pretendes acima de tudo ocultar. Dos outros e, sobretudo, de ti próprio. Tens de estar pronto para visitares todas as mais recônditas possibilidades da vida, da morte e do que há para além de vida e morte. As tuas mais fundas possibilidades, o que és para além de ti mesmo. Tens de estar pronto para te despires. De tudo e de ti próprio.» Paulo Borges
 
 
O Teatro TapaFuros, companhia profissional de teatro com quase 18 anos de actividade, é uma companhia sedeada no concelho de Sintra. Ao longo da sua actividade tem se dedicado a abordar os mais variados públicos – infanto-juvenis, adultos, indo ao encontro deste na sala ou em espaços exteriores. É esta característica – o trabalho no exterior, fora dos espaços convencionais, adaptando textos e encenações à rua – que mais impulsionou o crescimento do colectivo.
 
Em 2007, em parceria com a Fundação CulturSintra, apresentámos nos Jardins da Quinta da Regaleira, o espectáculo Folia a partir do texto de Paulo Borges. Este espectáculo tinha como premissa uma experiência em que o público tomasse parte activa do desenrolar da acção. Assim se construiu um espectáculo que dificilmente se poderia rotular. Esta experiência, completamente itinerante nos Jardins, era súmula das mais variadas participações: actores/performers, música original/arranjos tocados ao vivo, vídeo, instalações, o público era convidado a partilhar uma ceia simbólica, convidado a dançar... Folia era um espectáculo no sentido mais lato do termo, era algo assumidamente transdisciplinar.
 
Folia! Parte do ancestral e riquíssimo universo dos rituais do Espírito Santo, interligados com o Pentecostes... É um ritual muito particular: a inversão de valores exprimida através da coroação do imperador – uma criança (e, em tempos idos, de um preso ou um louco); o bodo oferecido a todos, que comem sentados lado-a-lado; enfim um apelo à fraternidade entre os seres humanos, uma transgressão dos valores supostamente imutáveis – no fundo, a ideia de uma nova ordem, o ritual para uma nova era;      
 
Apesar do sucesso alcançado por Folia, cremos que esta proposta não se esgotou. A temática é tão abrangente, e tão consonante com o simbolismo presente na própria Quinta da Regaleira, que julgamos pertinente uma revisita a este texto. Em 2008, novamente com a parceria da Fundação CulturSintra e apoio da Câmara Municipal de Sintra, com uma aposta no aumento do elenco, na sua renovação e uma nova parceria na área da cenografia, pretendemos criar esta nova Folia para que atraia novos públicos e surpreenda quem a revisita. É nossa vontade realizar um espectáculo de grande impacto estético e de forte intervenção com o público assistente. Este será, aliás, convocado para operar o discorrer e acção do próprio espectáculo, participando como personagem activo!
 
 
Texto: Paulo Borges; Encenação/Direcção Artística: Rui Mário; Dramaturgia: Paulo Borges, Teatro TapaFuros; Direcção Musical/ Arranjos: Pedro Hilário; Direcção de Actores: Samuel Saraiva; Cenografia/ Adereços: Carlos Ramos; Vídeo: Samuel Saraiva; Desenho de Luz: José Miguel Antunes, Mário Trigo; Design / Web: Pedro Marques; Fotografia: Sérgio Santos; Figurinos: Elisabete Figueira, Pedro Marques; Interpretação: Anabela Faustino, Filipa Duarte, João Rafael, José Redondo, Mário Trigo, Nuno Pinheiro, Paulo Cintrão, Rute Lizardo, Samuel Saraiva; Figuração/Teatro Reticências: Ana Rita Neves, Ana Trindade, Bárbara Carlos, Carolina Salles, Catarina Salgueiro, Catarina Trindade, David Severino, Inês Amaro, Marco Silvestre, Nidia Roque, Pedro Manaças; Músicos: Alexandre Leitão, António Neves, Jorge Domingues, Miguel Costa; Vozes Off: Adele Sidaru, Elisabete Figueira, Jorge Telles de Menezes, Inês Figueira, Natasha Quaresma, Paulo Borges, Ricardo Ventura, Rui Lopo, Rui Mário, Vanessa Muscolino; Costureiras: Odília Queiroz, Rebeca Monteiro; Luminotécnia: Fábio Ventura, Gonçalo Africano; Apoio à Montagem: Emanuel Ventura, Marco Silvestre, Pedro Manaças; Direcção de Cena: Sónia Tobias; Frente de Sala: Filipa Tobias, Tânia Tobias; Produção Executiva: Catia Martin; Direcção de Produção: Marco Martin
 
Apoios:
 
Câmara Municipal de Sintra; Adega Viúva Gomes; Associação Agostinho da Silva; APS Media; Fc&F – Publicidade em Comboios; Jornal de Sintra; Guia da Cidade; Luzeiro; Movimento Internacional Lusófono; Nova Águia; Teatro Reticências; Utopia Teatro; Valdevinos Teatro de Marionetas
 
Bilhetes: € 16 || à venda na Quinta da Regaleira e nos locais habituais, Lojas Fnac, Bliss, Lojas Viagens ABREU, Livraria Bulhosa Oeiras Parque
www.ticketline.pt || www.plateia.pt
Reservas: 219 106 650 (informações) || 707 234 234 || geral@tapafuros.com
 
www.tapafuros.com
tapafuros.blogspot.com

reticências preenchidas por teatroreticencias às 04:14
link do post | comentar | favorito
|

...

procurar nos Retis

 

Dezembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
25
26

27
28
29
30
31


recentes

Cenofobia

Refuga

ST'09 - Refuga

A Tempestade

Ser Humano

Refuga

Refugas

Novo ciclo.

Escudos Humanos - A Repos...

«Recordemos esta Folia...

na caixinha

Dezembro 2009

Outubro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Agosto 2007

Junho 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

palavrinhas

todas as tags

Música

blogs SAPO

subscrever feeds