Quinta-feira, 24 de Dezembro de 2009

Cenofobia

 

 

«ESTE TEXTO É UM JOGO (E DEVE SER UM DIVERTIMENTO).

Um jogo para ser jogado em grupo.

Consiste no seguinte: um grupo de pessoas entra e faz coisas.

Não é nada mais do que isto!» (André e. Teodósio, Teatro Praga).

 

O Teatro Reticências enfrenta um novo desafio: Cenofobia!

André Teodósio, do Teatro Praga, apresenta-nos um "Faça voçê mesmo", sem regras, para ser inventado de novo, sem qualquer vínculo ao teatro típico.

Um autêntico desafio para o actor, que vestirá muitas e apenas uma máscara, sendo ao mesmo tempo, tudo e nada.

 

Daremos noticias! 

 

Feliz Natal e Bom Ano Novo,

 

Reticências


reticências preenchidas por teatroreticencias às 11:35
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Terça-feira, 13 de Outubro de 2009

Refuga

   

 

Amar ou não amar… Eis a questão? Num mundo a cair aos bocados, miúdos com armas, olhos raiados de sangue, Bagdad sem Sherazade… Mas somos apenas homens e mulheres, somos apenas rapazes, apenas raparigas. Subimos às árvores.

Olhamos os telhados da cidade, silenciosos e solitários. Amamos.

É possível esquecer o passado? Mesmo que esse passado tenha onze anos… não importa. Estamos aqui, correndo pelos passeios. E dos passeios crescem flores.

Inserido no projecto Panos – Palcos novos, palavras novas… - Refuga (Fugees) da escritora inglesa Abi Morgan, fala-nos da situação dramática de milhares de crianças que todos os anos chegam a uma das Romas contemporâneas – Londres – na esperança de encontrarem vida mais digna, fugindo dos terrores nada mundanos mas do mundo em que vivemos: Hassan ou Roza, fugindo das bombas que caem como chuva na cidade das mil e uma noites; Chang, vindo de outra cidade com mil anos, na China, transportado num contentor onde a própria mãe fenece - carne para canhão!?; Tanto sofrimento…Esta é a sua estória: menino de onze anos, família assassinada, tornado soldado, máquina de morte. É possível sonhar? Sim, Kodjo sonha e faz-nos sonhar. Por vezes com terríveis visões, outras com simples árvores, “l’arbres” da sua côte d’Ivoire quente e luminosa…

É uma estória que assistimos hoje. Actores e actrizes neste Portugal, contando a estória de muitos outros actores e actrizes num outro palco a que o grande bardo inglês chamava o Grande Palco do Mundo…“Brave new world”! E bravas e novas são estas crianças e jovens que desejam uma vida nova, uma Terra mais feita de Paz. Sonhamos com elas. O seu silêncio é Luz.  

 

Rui Mário, Rio de Mouro, Maio 2009

 

 

O Grupo de Teatro da Escola Secundária de Leal da Câmara – o Teatro Reticências – apresenta:

 

 

REFUGA

 

De Abi Morgan

 

Encenação de Rui Mário

 

 

Sábado, 17 de Outubro às 21h30

Domingo,18 de Outubro às 17h00

Auditório do Centro Comunitário Paroquial de Rio de Mouro


 

Ficha Técnica e Artistica

 

Texto: Abi Morgan | Tradução e adaptação: Francisco Frazão | Encenação: Rui Mário | Música Original: Alexandre Ferreira | Idealização Cenográfica: Rui Mário | Figurinos: Teatro Reticências | Desenho de Luz: Fábio Ventura | Elenco: Ângela Marques, Bárbara Carlos, Beatriz Darame, Catarina Delgado, David Severino, Fábio Ventura, Francisco Vicente, Inês Frias, Inês Pereira, Luís Francisco, Mafalda Pinto, Mário Miranda, Marta Barata, Miguel Tomás, Nuno Oliveira, Olavo Silva, Tânia Pires | Sonoplastia: Alexandre Ferreira | Bárbara Carlos | Rui Mário | Captação e edição de Som: Fábio Ventura | Luminotecnia: Fábio Ventura | Gonçalo Africano | Rui Mário | Apoio à Montagem: David Severino | Miguel Tomás | Olavo Silva | Grafismo e Fotografia: Catarina Trindade | Meios Técnicos: Teatro Tapafuros | Comunicação, Promoção e Web: Fábio Ventura | Logótipo: João Vicente (criação) | Joana Martins (restauro) | Professores Responsáveis: Fátima Monteiro | Manuel Alves | Manuela Martins | Produção Executiva: Fábio Ventura | Fátima Monteiro | Rui Mário | Assistência de produção: Ângela Marques | Olavo Silva |

Agradecimentos Especiais ao Elenco Inicial: Alexandre Ferreira, Ana Trindade, Catarina Gonçalves, Filipa Tobias, Filipa Vasconcelos, Francisco Fernandes, Joana Lopes, Raquel Barata, Raquel Pêgo, Tiago Santos | Agradecimentos: António Alpande, Carlos Vasconcelos | Centro Paroquial de Rio de Mouro | Conselho Executivo Escola Secundária de Leal da Câmara | Junta de Freguesia de Rio de Mouro | Marco Martin | Marco Silvestre | Rita Neves | Rosário Barras | Aos pais e às mães!


Apoios: Escola Secundária de Leal da Câmara | Teatro Tapafuros | Culturgest | Byfurcação - Associação Cultural | Teatro a Oficina

 

 

Espectáculo aconselhado para M/12

 

Duração aprox: 50 minutos, sem intervalo

 

Entrada Gratuita.


reticências preenchidas por teatroreticencias às 09:08
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 25 de Julho de 2009

ST'09 - Refuga

 

 


reticências preenchidas por teatroreticencias às 03:58
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 2 de Julho de 2009

A Tempestade

 

A matéria que nos compõe é igual à dos sonhos.

 

Convidamos a embarcar rumo a ilha perdida em cabo atlântico, finistérreo, frondoso... a Regaleira transformada em cenário único nesta terra, para a função que Próspero nos prepara e oferece: O espectáculo do homem face à natureza, a impotência daquele face à grande Mão.
Igualmente o compêndio das fraquezas humanas, o descalabro moral em terras de ninguém, longe do olhar que julga e condena.

 

É um novo mundo, um admirável novo mundo que se nos apresenta aos olhos.
Mas são porém os mesmos homens, demasiados humanos, os que nele se perdem...

 

A magia está no ar, correndo célere entre o arvoredo, as ondas, os cumes rochosos. surpreende os meros mortais, altera-lhes os passos, desvenda caminhos que nunca poderiam ser imaginados.

Que A Tempestade comece!

 

a CulturSintra apresenta  


A TEMPESTADE

 de William Shakespeare

 

criação

 

  

Jardins da Quinta da Regaleira – Sintra

De 2 de Julho a 13 de Setembro 2009
Quarta a Sábado às 22h | Domingo às 21h

(Nota O espectáculo “A Tempestade” não se realizará no dia 18 de Julho de 2009)

 

 

Espectáculo volante
Aconselha-se agasalho e calçado confortável

 

Texto William Shakespeare; Tradução Fátima Vieira; Encenação Rui Mário;
Música Original Pedro Hilário; Direcção de Actores Samuel Saraiva; Interpretação Filipa Duarte, Filipe Araújo, Filipe Costa, Flávio Tomé, Mário Trigo, Olavo Silva, Pedro Mendes, Rute Lizardo, Samuel Saraiva; Desenho de Luz Mário Trigo, Paulo Campos dos Reis; Operação de Luz Fábio Ventura, Nuno Gomes; Montagem David Severino, Emanuel Ventura, Marco Silvestre, Nuno Teixeira, Vito; Figurinos/Adereços Flávio Tomé; Assistentes Figurinos/Adereços Carla Guerreiro, Madalena Cabeças; Designer Pedro Marques; Fotografia Sérgio Santos; Contabilidade Operspecial Lda
Produção executiva Raquel Belchior; Direcção de Produção Marco Martin; Co-Produção Fundação Cultursintra

 

Classificação etária Maiores 12
Duração 120 min.


Preçário 16 euros (descontos no local M> 65 anos, Cartão Jovem)
Bilhetes à venda Quinta da Regaleira e locais habituais
Acessos Comboio CP: Sintra (15 minutos a pé)

Informações 21 910 66 50         Reservas 707 234 234 (Ticketline)

www.tapafuros.com        geral@tapafuros.com


 


reticências preenchidas por teatroreticencias às 04:07
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 14 de Junho de 2009

Ser Humano

"Alguém disse que o Bem e o Mal são igualmente contagiantes, mas o Bem é infinitamente mais luminoso.

Lembrei-me de mais esta frase nos dias de rescaldo dos incêndios na Grécia.

No meio do drama intenso, da devastação total, há sempre quem se ofereça para ajudar, quem arrisque a sua própria vida para resgatar as vidas dos outros.

A imensa legião de voluntários que se junta nos momentos de catástrofe salva-nos a todos do pesadelo. Aconteceu no 11 de Setembro, em Nova Iorque, aconteceu depois do tsunami, acontece nas cheias de África, na Ásia ou na Europa e vai acontecendo um pouco por todo o mundo onde há desastres imprevistos ou calamidades naturais.

Que seria do mundo sem o trabalho dos voluntários?

Nenhuma sociedade sobrevive sem eles e esta certeza traz-nos outras certezas.

Como a de saber que ser voluntário é ser mais humano."

 

Laurinda Alves


reticências preenchidas por teatroreticencias às 21:34
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 22 de Maio de 2009

Refuga


reticências preenchidas por teatroreticencias às 04:06
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 5 de Maio de 2009

Refugas

Este ano o Teatro Reticências leva à cena, novamente, um texto que faz parte do Projecto Panos, da Culturgest. Desta vez:

 

Refuga de Abi Morgan.

 

24 de Maio, 17 horas - Auditório do Centro Paroquial de Rio de Mouro.

 

Nota da autora:

 

Refuga surgiu de um período de pesquisa para uma série televisiva em que eu estava a trabalhar, que girava em torno de imigração e asilo. Tornou-se evidente que as histórias de menores desacompanhados eram vitais e precisavam de ser contadas. Parecia não haver melhor oportunidade para situar estas vidas imediatamente no centro do palco do que o projecto Connections do National Theatre.
Ben Okri disse: “Planeamos as nossas vidas de acordo com um sonho que tivemos na infância, e descobrimos que a vida nos altera os planos. E no entanto, no final, de uma altura rara, vemos também que o nosso sonho era o nosso fado. É que a providência tinha outra ideia de como lá chegaríamos. O destino planeia um caminho diferente, ou vira o sonho ao contrário, como se fosse um enigma, e cumpre o sonho de modos que não poderíamos esperar.”
Refuga é uma peça sobre sonhos perdidos, países perdidos e uma geração de crianças perdidas caminhando pelos passeios de Londres. Esta peça é para elas. Não consigo pensar num elenco de actores mais apropriado do que os dos grupos juvenis, escolas e faculdades que pegaram nesta peça. Foi um privilégio escrevê-la para eles e para os dois mil ou mais menores desacompanhados que todos os anos chegam a este país à procura de asilo.

 

 

Mais info em breve.


reticências preenchidas por teatroreticencias às 22:10
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 14 de Outubro de 2008

Novo ciclo.

E depois desta reposição: novas caras, novos sonhos, novas emoções. Uma nova vaga de Teatreiros começa agora.

 

Para todos eles: muita merda e espero que consigam fazer com que a mentalidade das pessoas cresça e mude, pelo menos um bocadinho, culturalmente e que façam com que a arte que é o Teatro seja respeitada.

 

Obrigado a todos os que fizeram e que viram o trabalho dos Reticências durante estes 3 últimos anos. Obrigado aos que Segredaram, usaram Chapéu, deixaram Copos pela metade. Obrigado aos que foram para a Guerra, aos que descobriram tesouros numa arca, aos que brindaram às estações e que se encostaram no muro do derrete. Obrigado aos que partilharam com o mundo o que gostariam de ser quando fossem grandes, aos que nos mostraram o que se passou nestes últimos 20 anos.

 

Obrigado às gentes de Rio de Mouro e arredores que nos respeitaram e aplaudiram, que nos emocianaram e que se emocionaram connosco. Obrigado a todos os viram e gostaram (ou não) do trabalho destes pontinhos! Obrigado à Leal da Câmara, aos professores, aos funcionários e aos alunos! Obrigado aos Tapafuros! Obrigado aos pais e às mães! Obrigado Rui Mário!

 

E pelo destaque que agora nos chega: obrigado ao Pedro. É como um aplsuso vindo lá do fundo! Obrigado.

 

Até já amigos!

 

PS: Entretanto podem ver ou recordar peças e momentos do Teatro Reticências clicando nos links da barra lateral!

 

 


reticências preenchidas por teatroreticencias às 22:35
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 5 de Outubro de 2008

Escudos Humanos - A Reposição

O Teatro Reticências apresenta: Escudos Humanos, de Patricia Portela, 

 

 

Em datas distintas para público em geral e comunidade escolar da Leal da Câmara.

 

Para a comunidade escolar:
Quinta, 9 de Outubro às 10h e 15h
Sexta, 10 de Outubro às 10h e 15h
 
Para o público em geral:
Sábado, 11 de Outubro às 22 horas
Domingo, 12 de Outubro às 17 horas
 

Auditório do Centro Parouquial de Rio de Mouro

 

...

 

Escudos Humanos, de Patrcia Portela. Uma peça de acção com muitas palavras: coros, monólogos, diálogos e debates numa espécie de ópera falada trágico-greco-cómica realçada por actores, trovadores e músicos.

 

 
Ficha Técnica
Produção Executiva Catarina Salgueiro | Fábio Ventura | Fátima Monteiro | Marco Silvestre | Rui Mário
Assistência de Produção Teatro Reticências
Apoio Técnico Fábio Ventura | Gonçalo Africano | Tiago Pereira
Luminotecnia e Selecção Musical Rui Mário
Sonoplastia Nuno Pinheiro
Captação de Som e Edição de Vídeo Fábio Ventura
Concepção de Cenários António Alpande | David Severino
Grafismo Catarina Trindade
Logótipo: João Vicente (criação) | Joana Martins (restauro)
Professoras Responsáveis Fátima Monteiro | Manuela Martins
 
Ficha Artística
Texto Patrícia Portela
Encenação Rui Mário
Idealização Cenográfica Rui Mário
Figurinos Teatro Reticências
Desenho de Luz Rui Mário

Actores
Ana Rita Neves | Ana Trindade | Ângela Marques | Bárbara Carlos | Carolina Salles | Catarina Salgueiro | Catarina Trindade | David Severino | Elísio Manuel | Fábio Ventura | Filipa Vasconcelos | Inês Amaro | Joana Lopes | Marco Silvestre | Nidia Roque | Nuno Oliveira | Nuno Pinheiro | Olavo Silva | Pedro Manaças | Raquel Pêgo | Susana Cheong

Agradecimentos
Carlos Marques | Centro Paroquial de Rio de Mouro | Conselho Executivo Escola Secundária de Leal da Câmara | Culturgest | Emanuel Ventura | Junta de Freguesia de Rio de Mouro | Luciano Barros | Maria Barros | Teatro A Oficina | Teatro TapaFuros | Aos pais e às mães!

 


reticências preenchidas por teatroreticencias às 18:09
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Domingo, 21 de Setembro de 2008

«Recordemos esta Folia...

... e o melhor que nela fomos!»

 

 

Folia - Tu és Isso foi um espectáculo levado a cabo pelo Teatro Tapafuros entre 3 de Julho e 14 de Setembro na Quinta da Reggaleira em Sintra.

 

Alguns membros do Teatro Reticências participaram neste espectáculo como figurantes e actores.

 

Video: Catarina Trindade

 


reticências preenchidas por teatroreticencias às 14:39
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

...

procurar nos Retis

 

Dezembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
25
26

27
28
29
30
31


recentes

Cenofobia

Refuga

ST'09 - Refuga

A Tempestade

Ser Humano

Refuga

Refugas

Novo ciclo.

Escudos Humanos - A Repos...

«Recordemos esta Folia...

na caixinha

Dezembro 2009

Outubro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Agosto 2007

Junho 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

palavrinhas

todas as tags

Música

blogs SAPO

subscrever feeds